terça-feira, 23 de agosto de 2011

Aprendendo a fazer estêncil

No Sábado passado, dia 20/08, devido ao mal tempo, poucos educandos compareceram, mesmo assim, demos continuidade as atividades iniciando a produção de estêncil simples. Além disso, estudamos a produção de alguns artistas que se valem desse meio, como Ozi e Banksy, através de vídeos e imagens com o objetivo de contextualizar e ampliar os horizontes dos educandos mostrando o que é possível fazer a partir da exploração poética e mais complexa dessa técnica. 
Os educandos presentes demostraram-se empolgados com as oficinas do projeto  dizendo:  "deveria acontecer todos os dias da semana só um dia é muito pouco e demora muito pra chegar". E não param de nos trazer desenhos (rs). 


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Conhecendo o Estêncil

No dia 13/08, os(as) educandos(as)  conheceram o espaço onde o Coletivo Fora de Frequência desenvolve suas atividades. Os educadores deram continuidade as oficinas do projeto Rua D’Arte, iniciadas dia 06/08, nas dependências da escola Professora Josefina Maria Barbosa durante o evento de abertura do projeto.
As atividades do dia foram iniciadas com roda de conversa numa breve apresentação e diálogo sobre as expectativas dos(as) educandos(as) e educadores referente a continuidade das oficinas. Em seguida tivemos atividade prática, onde os(as) educandos(as) conheceram e experimentaram  uma das técnicas do Graffiti, o estêncil.
Essa atividade foi proposta no intuito dos(as) educandos compreenderem o uso dessa técnica. No próximo fim de semana estudaremos obras de diferentes artistas que se valem (ou se valeram) dessa técnica mostrando as inúmeras possibilidades do uso do estêncil. iniciando  a produção do estêncil autoral. 

Fotos: Alanshark








sexta-feira, 12 de agosto de 2011

100% HIP HOP

Borracha Beat Box
Considerada uma das mais importantes cenas do Hip Hop em todo o mundo, São Paulo esbanja mil razões que só reforçam o título de “berço do rap nacional”. Do Norte ao Sul, da Leste a Oeste, as manifestações artísticas surgem de todos os cantos da Paulicéia para evidenciar os quatro elementos da cultura através da dança, da música, das cores ou da poesia.  Mais uma prova de toda esta vocação é o Projeto Rua D’Arte, que  aconteceu Sábado, dia 06/08, nas dependências da escola E.E. Profª Josefina Maria Barbosa. (retirado do site Catraca Livre).
A produção deste evento foi resultado da articulação entre dois projetos distintos envolvendo três organizações locais e a escola citada acima. Os projetos e organizações são as seguintes: o projeto Rua D’Arte, do Coletivo Fora de Frequência, e o Hip Hop Conectando Quebradas: de Inocência a Maria da Penha, do Centro Maria Mariá em parceria com a Associação A Banca
             Painel:   Tito 2 Mil Família   &   Binho 3º Mundo 
A produção do evento de abertura destes projetos totalizou a participação direta de 14 produtores culturais locais e 22 artistas, sendo 18 locais pertencentes a 8 coletivos diferentes. 

A festa contou com a apresentação de Borracha Beat Box e discotecagens de DJ Rebeldia e DJ Bola e reuniu os 5 elementos da cultura Hip Hop (DJ, MC, dança de rua,  conhecimento e o Graffiti). No elemento Graffiti tivemos artistas dos quatro cantos da cidade de São Paulo que marcaram presença no Rua D’Arte com suas intervenções. O projeto contou com a participação dos Graffiteiros: Binho da crew 3º Mundo residente da Z/N e um dos pioneiros dessa manifestação no Brasil e América Latina, Tito da crew 2 mil Família da Z/L, Grego da Z/S, Thiago Bender da Z/O e Rafael Patrese do Taboão da Serra. 


1º e 2º momento da oficina de Graffiti com Binho - fotos: Pezão
Binho, além do live paint (demonstração em pintura ao vivo), ministrou a 1ª oficina de Graffiti do Rua D'Arte que teve dois momentos. No primeiro momento rolou uma troca de ideia descontraída com os(as) educandos(as) sobre o Graffiti e seu dia-a-dia como artista aproveitou para observar algumas produções (desenhos) dos(as) educandos(as) e dar alguns toques. No segundo momento aconteceu a oficina prática no muro onde passou alguns exercícios de iniciação e deu orientações importantes de algumas técnicas de spray.



Marinho no beat box e Alanshark na rima

Alanshark do Fora de Frequência de improviso ministrou uma oficina de MC com alguns adolescentes presentes auxiliado por um de seus educandos mais antigos, Marinho no Beat Box.

DJ Bola da A Banca ministrou oficina de DJ e contou com participação empolgada dos educandos presentes.
Apesar de não ter contado com nenhuma crew participando do evento a dança de rua esteve presente com pequenas intervenções espontâneas do público.


Alanshark ministrando oficina de MC

O evento ainda contou com o seminário Construindo Consciência de Gênero mediado por Fabiana Ivo com mesa composta por Rosa Pontes (Semeando Gênero) e Gabriel Di Pietro (Instituto Sou da Paz) e o Caldo Cultural (caldo de mandioca) servido gratuitamente, ambos iniciativas trazidas pelo Centro Maria Mariá.
As atividades do dia foram encerradas com as apresentações musicais dos grupos Fora de Frequência, Pelo$ertoMatéria da RuaKbça MC  e A Banca encerrando com ensaio aberto que contou com participação de Kapoth MC, Diel, Marinho e Poesia Periférica. Todos são artistas residentes do distrito do Jd. Angela e empolgaram o público presente com suas apresentações.

O Coletivo Fora de Frequência agradece à tod@s que participaram com seu trabalho, arte e presença possibilitando que este evento acontecesse. 

Muito Obrigado à tod@s.



As meninas do Maria Mariá servindo o Caldo Cultural


Diel durante ensaio aberto da A Banca



Oficina de DJ com Bola da A Banca

Fabiana Ivo do Maria Mariá apresentando o seminário
Almoço coletivo
livros e folders
Binho - Live paint

Tito em ação
Thiago Bender

Thiago Bender intervindo

Grego Z/S
Rafael Patrese - Taboão da Serra

Painel: Grego e Rafael Patrese
Binho ministrando oficina de Graffiti



Show do Fora de Frequência - foto: Mara Girassol
foto: Mara Girassol                     Show Pelo$erto
foto: Mara Girassol  Show de Kbça MC e A Banca
Show Matéria da Rua                                            fotos: Mara Girassol




Público foto: Mara G
Menino improvisando durante o Ensaio Aberto