sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Oficina de encerramento




A intervenção de educandos(as) numa das quadras esportivas da Associação Jd. Comercial marcou o fim das atividades do projeto Rua D'Arte durante o ano de 2011.
A oficina, a última de um ciclo de quatro acordado na parceria entre o Coletivo Fora de Frequência e a Associação, teve como objetivo intervir e dialogar com o espaço arquitetônico da mesma. Os(As) educandos(as) colocaram em prática um pouco do que aprenderam explicitando sua identidade através do Graffiti, suas técnicas e linguagens.
 Os(As) educandos(as) utilizaram técnicas diversificadas intervindo com pincel, rolinho, spray, estêncil,  cada um trabalhando com a qual mais se identificou. O que resultou em intervenções de diferentes estilos passando do Grapixo ao Figurativo. 









quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Rua D'Arte é Reconhecido e Premiado pelo Programa IAM




No dia 24 de Novembro ocorreu a cerimônia de premiação do Programa IAM da Universidade Anhembi Morumbi, a Sylvan/Laureate Foundation em parceria com International Youth Foundation, onde Anderson Benelli, representando o Coletivo Fora de Frequência, foi reconhecido e premiado pelo projeto Rua D'Arte.
Durante a cerimônia aconteceram apresentações de alguns dos projetos premiados. As meninas do Grupo de Teatro os Arteiros abriram as apresentações seguidas pelos projetos Praça do Samba e Aroeira Frutos da Música que finalizou a festa tocando durante o coquetel de encerramento.
O Rua D'Arte e mais 19 projetos de linguagens diversas foram premiados pelo Programa IAM 2011. Os premiados foram os seguintes:

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Saída Cultural: Exposição Kosmopolite Art tour


No dia 06 de Novembro, educandos(as) e educadores(as) do projeto Rua D'Arte fizeram uma visita a exposição Kosmopolite Art tour no Museu Brasileiro de Esculturas (MuBE) que teve curadoria de Binho Ribeiro e participação de artistas de diversas parte do Mundo. 
 Os(As) educandos(as) já haviam visitado o Beco do Batman anteriormente e com a visita a exposição Kosmopolite art tour tiveram a oportunidade de vivenciar duas realidades diferentes de uma mesma manifestação. O objetivo foi ampliar o repertório e instigar a reflexão comparativa do Graffiti em relação com seu ambiente natural, a rua, e integrado a sistema artístico tradicional dentro do ambiente do museu.
Além disso, os(as) educandos(as) tiveram a oportunidade de ter contato direto com de outras vertentes da arte contemporânea expostas simultaneamente dentro do espaço do MuBE como a exposição Pois é com obras de Anésia Pacheco e Chaves. O que possibilitou a ampliação do repertório e causou inquietações e questionamentos importantes nos(as) educandos(as) como os colocados pelo Keven (10 anos): "disso que é feita a arte, um pano sujo de tinta preso na parede e uma moldura fazia?" Questionamentos estes, que geraram reflexões e alimentaram o debate entre os(as) educandos(as) presentes enriquecendo a saída cultural.







sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Rua D'Arte na Revista Solocos

O Projeto Rua D'Arte tem resenha publicada na revista Solocos #2. Além disso, também foi publicado o ensaio fotográfico de Anderson Benelli, idealizador e educador do projeto em questão.  Essa edição conta ainda com publicações sobre as obras dos(as) seguintes artistas: Magrela Mag, Thiago Ferraz, Rogério Geo e Régis Bazani. Você pode entrar em contato com a produção da Solocos para enviar proposta de material através do e-mail: revistasolocos@gmail.com

Confiram abaixo o conteúdo da revista na integra:


Open publication - Free publishing - More art

O Coletivo Fora de Frequência agradece a Revista Solocos pela atenção e espaço disponibilizado a este projeto.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Intervindo no Estilo Livre



Depois de muito caminhar os(as) educandos(as) fizeram intervenção em estilo livre desenvolvendo e mostrando na prática parte do conteúdo que absorveram durante o percurso das oficinas de Graffiti deste projeto. Com liberdade para escolher o tema e utilizar o material e técnica que bem entendessem os(as) educandos(as) exploraram a multiplicidade como principal recurso. Assim, se valeram de diversos tipos de tintas e técnicas utilizando desde latéx e rolinho a tinta spray, ambos no estilo livre, e o stencil em suas produções explorando de forma inteligente e ampla o que foi ensinado.


Keven

David

Graffiti - Latéx e rolinho - Bia ( 6 anos)
Latéx, rolinho e Spray - Jhennifer
Latéx, rolinho, spray e stencil - David














Spray - Keven



sábado, 29 de outubro de 2011

Uma Viagem ao Beco do Batman



Saída Cultural: Beco do Batman - Graffiti: Boleta
Na Manhã de um Domingo ensolarado crianças residentes do Jd. Alto da Riviera, periferia da zona sul de São Paulo localizada no Distrito do Jd. Ângela, cruzam a ponte em direção a Vila Madalena (Z/O) com destino a um dos pontos referenciais do Graffiti brasileiro. As 8h da manhã, uma hora antes do horário marcado para saída, educandos(as), empolgados(as) para conhecer o lugar dito antes pelos educadores, já tocavam a campainha da sede do Coletivo Fora de Frequência, local marcado como ponto de encontro para saída em direção ao tão aclamado Beco do Batman. Michael, um dos educandos do projeto, relata que na noite anterior nem conseguiu dormir direito de tanta empolgação e ansiedade. Essa saída cultural, a primeira do total de duas, faz parte das oficinas do Rua D'Arte um dos projetos desenvolvidos pelo Coletivo.

 Após chegar ao tão esperado local de destino, o Beco do Batman (por volta das 11h), famoso entre os produtores e admiradores do Graffiti e da cultura urbana, os educadores(as) fazem uma breve contextualização e partem para a apreciação das obras expostas ao ar livre. Educadores(as) e educandos(as) passam pelos murais um a um discutindo e comparando suas similaridades e diferenças procurando identificar o artista autor do mural em questão. 
 Depois de caminhar por todo o beco, com educandos(as) e educadores(as) já deslumbrados com tanta arte de qualidade, uma pequena parada para o lanche. Após lanchar e renovar as energias, quando educandos(as) já pensavam chegar ao fim a visita, foram surpreendidos quando indagados a continuar partindo para o Beco do Aprendiz, que fica logo ao lado. 
Marina Zumi dando alguns toques aos educand@s
 Quando, de volta ao Beco do Batman, se preparando para partir educadores(as) e educandos(as) tem uma agradável surpresa ao "esbarrarem" com os artistas Marcus Vinícius Enivo (Vine) e Marina Zumi fazendo algumas finalizações no mural deles. Os(As) educandos(as) logo se encantam com a Marina e a enchem de perguntas. A artista responde todas as questões com atenção e carinho e acaba dando uma pequena oficina de improviso fechando a saída cultural com chave de ouro. Pois, não há nada mais enriquecedor do que o contato direto com os artistas e as obras do mesmo.

O intuito dos educadores(as) de cruzar a ponte com os(as) educandos(as) é, além de proporcionar o contato direto com as obras de arte, ampliar o horizonte e repertório dos mesmos fazendo com que essa busca por conhecimento se torne um habito. Já que a comunidade periférica está isolada em ilhas com pouca, ou nenhuma, instituição que  sirva de fonte de informação, cultura e arte, além da escola. Apesar de ser fábrica da cultura popular e ninho de artistas e produtores que enriquecem nossa cultura com suas manifestações. Por isso, é necessário educá-los deste cedo a lutarem contra o isolamento e derrubarem as barreiras impostas por um sistema opressor que os impedem de ter acesso ao acervo do conhecimento humano e, consequentemente, o de sua própria história. Para que assim, quebrando as barreiras de isolamento, tenham acesso ao conhecimento de sua própria história e possam reescrevê-la transformado-á e conquistando o direito de Ser Mais.


O Coletivo Fora de Frequência aproveita para agradecer aos artistas Marina Zumi Marcus Vinícius Enivo (Vine) a atenção e carinho que tiveram com nossos(as) educandos(as). 

Muito Obrigado.
















  


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Artistas/educadores cruzam a cidade e levam Rua D'Arte a Z/N



 Em parceria firmada com a Biblioteca Pública Nuto Sant'anna os educadores do Coletivo Fora de Frequência fizeram intervenção e ministraram oficina do projeto Rua D'Arte durante o evento intitulado Semana da Criança. O evento, oferecido pela biblioteca a crianças e adolescentes de escolas, abrigos e associações locais, tinha o intuito de propor novas vivências aos educandos(as) a partir de oficinas culturais. E, ao mesmo tempo, apresentar o espaço para este público (o ativando) e ampliar o campo de atuação da biblioteca oferecendo atividades fora dos moldes convencionais desse espaço de saber.
 O objetivo dos educadores foi, a partir da oficina ministrada, construir uma intervenção em diálogo com o espaço de forma coletiva com os(as) educandos(as).
 Durante roda de conversa procurou-se instigar a reflexão dos(as) educandos(as) sobre o espaço, sua função e importância para a sociedade. Assim, através de questões problematizadoras os(as) educandos(as) se colocavam, e no exercer da palavra, contribuíam com novos temas geradores. Cada novo tema gerador surgido era acrescentado no mural pelo(a) proponente do mesmo, e assim, com a Ação/Reflexão/Ação de todos(as) os(as) presentes pouco a pouco o mural coletivo se fez.






domingo, 16 de outubro de 2011

Educadores(as) e educandos(as) lembram os 44 anos da morte de Che Guevara



 Na última oficina ministrada educadores(as) e educandos(as) produziram um painel coletivo fazendo um resgate histórico da trajetória e  luta do revolucionário Ernesto Che Guevara em lembrança os 44 anos de sua morte na Bolívia. O guerrilheiro revolucionário foi executado covardemente, em 9 de outubro de 1967, na cidade de La Higuera em ação conjunta entre o governo Boliviano e a CIA. Che participou ativamente na destituição do ditador  Fulgencio Batista do governo de Cuba.  Tornando-se assim, um dos principais nomes da Revolução Cubana (1953 - 1959) e do novo cenário político da América Latina,  e do 3º mundo em geral, que sofria com as ditaduras impostas ou patrocinadas pelo E.U.A afim de garantir a vitória do sistema capitalista durante a guerra fria.


Conheçam outras ações desenvolvidas pelo Coletivo Fora de Frequência ...
















Crianças apreciam e conversam sobre a obra



sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Rua D'Arte vai à Associação Jd. Comercial



Foto: Aline Maria
No dia 23/09/2011, o Coletivo Fora de Frequência esteve na Associação Jd. Comercial levando a 1ª oficina do Projeto Rua D'Arte de um total de 4 acordadas durante reunião, ocorrida em Agosto, que resultou nessa parceria.
No primeiro momento, nos valemos do exercício prático para apresentarmos o estêncil,  técnica
bastante utilizada por artistas do Graffiti e Street Art, aos educandos e educandas. Em seguida  foi feita uma pequena contextualização através de material Audiovisual - no caso um dos vídeos da série Sampa Graffiti de Paulo Taman - com exibição do processo de intervenção do artista OZI. E imagens de obras de outros artistas que se valem principalmente dessa técnica.
Após exercício prático onde os(as) educandos(as) produziram o estêncil e uma breve contextualização encerramos a oficina com a experimentação da aplicação dessa técnica em muro. Com isso, os(as) educandos(as) vivenciaram todo o processo criativo, desde a produção do estêncil até o momento da utilização do mesmo em intervenção, o que proporciona uma compreensão mais aprofundada e significativa.
 
 
Foto: Alanshark
Foto: Alanshark
Foto: Aline Maria















Foto: Aline Maria 

















quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Educand@s exploram as possibilidades do estêncil na prática

Nesta oficina demos continuidade as atividades iniciadas na semana anterior. Os(As) educandos(as), após a produção do estêncil autoral quando aprenderam na prática um pouco mais sobre esta técnica, partiram para o muro a fim de explorarem as possibilidades de uso da mesma, conforme as necessidades colocadas pela realidade local, arquitetura e proposta de intervenção.